Olha pro céu meu amor… veja o meteoro caindo…

MeteoritoNa verdade… asteroide caindo.

Há poucos minutos, “passeando” pelo FaceBook, me assutei com a notícia do meteorito que caiu na Rússia. Inicialmente pensei ser algum tipo de montagem ou brincadeira. Pesquisei nos sites G1 e R7… e a notícia é real.

Veja o vídeo do meteoro no site do G1:
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/02/meteorito-deixa-quase-mil-feridos-e-causa-panico-na-russia.html

Mas o susto mesmo, veio com a matéria vinculada. Um asteroide chamado 2012DA14 acabou (há 10 minutos – 17h25 – horário de Brasília) de passar pela Terra, a uma distância de 27 mil km.

Bem… em termos de universo… esta distância é “logo ali”. E… pasmem, não houve nenhuma divulgação com destaque.

O terceiro susto, veio depois… fui pesquisar alguns links da NASA. Há um observatório em tempo real muito legal (http://eyes.nasa.gov) onde dá para ver o 2012DA14 já se distanciando da Terra.

Abaixo a imagem que “printei” da minha tela com o aplicativo da NASA – a “pedrinha” no centro é o 2012DA14.

Mas o terceiro susto veio em poder ver a quantidade de satélites em órbita ao redor da Terra. O aplicativo em Java permite selecionar qualquer objeto, ver a distância de outro objeto, trajetória, etc.

É muito lixo (ou não) voando sobre nossas cabeças.

Já que o carnaval acabou… vamos entrar em clima de São João:

Olha pro céu, meu amor. Veja como ele está lindo…

2012DA14

Anúncios

A saga Big Luiza Teló

Resolvi sair um pouco do escopo de conteúdo de meu blog (ou não) para falar destes temas porque me preocupa um pouco a atenção que estamos dedicando ao besteirol nosso de cada dia.

Na verdade, acho mesmo é que estou um pouco confuso com toda essa mistura de meme da Luiza, a futilidade do BBB que se transformou em embate jurídico (nas nossas cabeças apenas), e o hit do Michel Teló, uma virose (com direito a febre, dores no corpo, e chá de limão com alho).

Dedicamos muito pouco (ou quase nada) ao próximo, às causas sociais, ao ano eleitoral, aos escândalos ministeriais, às vidas perdidas em acidentes de trânsito, aos desamparados no Brasil, aos desabrigados das enchentes no Sul e Sudeste, ao meme “Apadrinhe uma criança”.

Eu entendo.

Continue lendo »