Nasce a Teoria da Prática

A Educação qualquer que seja ela,
é sempre uma teoria do conhecimento posta em prática.
Paulo Freire

Se, por um lado, a teoria do conhecimento posta em prática é base da educação, por outro lado, no setor de desenvolvimento social, teorias surgem a partir da prática, do conhecimento empírico que brota das necessidades das comunidades menos favorecidas, e permitem educadores e cientistas sistematizá-las e transformá-las em modelos e metodologias, permitindo que ambas, teoria e prática, alcancem e beneficiem outras comunidades.

Com esta lógica como sua base, surgiu em 2014 a Teoria da Prática, uma iniciativa que busca a aplicação prática de teorias do setor de desenvolvimento social e de outros setores em projetos sociais, adaptando-as, contextualizando-as, e busca o saber popular e o conhecimento prático do desenvolvimento comunitário para elaborar teorias e modelos de desenvolvimento.

A Teoria da Prática é uma organização que oferece serviços e  treinamentos em gestão de projetos para organizações do terceiro setor e para negócios sociais. Atuando como um agregador, catalizador e difusor de ferramentas, conhecimento, instrumentos, informações, objetiva potencializar a capacidade de organizações sociais e indivíduos na transformação de realidades, e na geração de impacto social positivo.

Todas as ferramentas, artigos técnicos, templates, e metodologias passarão a ser publicados na Teoria da Prática, apesar deste blog permanecer ativo.

Visite e se inscreva na Teoria da Prática, fruto do sonho e trabalho do autor deste blog.

O saber popular nasce da experiência sofrida,
dos mil jeitos de sobreviver com poucos recursos.
O saber acadêmico nasce do estudo, bebendo de muitas fontes.
Quando esses dois saberes se unirem, seremos invencíveis.
Leonardo Boff
Anúncios

PMDPro… será que vale mesmo a pena?

Desde 2011 facilitamos treinamentos na metodologia PMDPro (Project Management in Development Professionals) para as diversas organizações do terceiro setor, desde financiadores, ONGs de atuação nacional e internacional e, principalmente, para organizações chamadas locais, por terem atuação mais próxima do público beneficiário.

Este último grupo de organizações é o nosso público alvo principal, onde a expectativa é a melhora da gestão por projetos, melhor qualidade dos projetos e serviços prestados às comunidades, e o aumento da capacidade de captação de recursos.

O curso, realizado através de plataformas virtuais, teve já mais de 500 participantes no Brasil – dos que realizaram o exame de certificação internacional, mais de 60% obtiveram a nota necessária e se certificaram. São mais de 160 organizações treinadas.

Mas… será que valeu/vale mesmo a pena?

Subjetivamente pudemos perceber que a qualidade dos projetos desenhados melhorou significativamente. Da mesma forma, as propostas e relatórios de de projetos estão muito mais ricos de conteúdo e detalhes.

É possível ainda sentir uma melhora na comunicação, uma vez que a linguagem utilizada por todos da família ChildFund Brasil está padronizada e nivelada.

Várias organizações sociais conseguiram captar recursos através de propostas de projetos enviadas a outros parceiros – obviamente boa parte deste sucesso se deve a conhecimento e experiência da própria organização, mas o PMDPro provavelmente ajudou a “colocar no papel” esta experiência e a elaborar propostas coerentes e vencedoras.

Provavelmente… ou com certeza? Como medir então, este avanço?

Nas últimas semanas o ChildFund Brasil recebeu a visita do ChildFund México para uma avaliação entre pares. Não se trata de uma avaliação dos parceiros locais, e sim do processo de capacitação: quais foram os pontos fortes? Quais aspectos metodológicos precisam receber mais atenção no próximo ano? Que ideias podemos colocar em prática para fortalecer este desenvolvimento gerencial?

Foram selecionadas algumas organizações, de forma aleatória, para receber a visita do ChildFund México e participar de uma entrevista, onde pudemos analisar o antes… e o depois do PMDPro.

Como resultado, foram gerados dois gráficos de aranha, que mostram como estávamos antes (em vermelho), e como estamos hoje (em azul) em relação à aspectos da gestão de projetos.

Diagrama de Aranha – Fases do Ciclo de Vida de Projetos

Observemos como neste primeiro gráfico (acima) é possível evidenciar o desenvolvimento da gestão de projetos em todas as fases do ciclo de vida, em especial as fases 1 e 3. Já em relação a fase 6, apesar de termos desenvolvido um pouco, precisaremos incrementar o conteúdo das capacitações futuras…

Diagrama de Aranha – Competências na Gestão de Projetos

Este segundo gráfico também demonstra que obtivemos resultados positivos em todas as competências da gestão de projetos. Porém, fica claro que precisamos trabalhar mais os conteúdos referentes à Gestão de Riscos e Gestão do Tempo.

Além dos resultados visíveis nos diagramas de aranha, várias ideias foram colhidas através de uma pesquisa aberta, entre elas:

  • Realizar mais capacitações presenciais ou combinar momentos virtuais e presenciais
  • Realizar um coaching (monitoramento) da capacitação e do uso de ferramentas, mais proativo e frequente
  • Utilizar mais exemplos reais durante a capacitação, além dos que constam na apostila da metodologia

A equipe do ChildFund Brasil já visitou o ChildFund Honduras, e os resultados foram bastante semelhantes. Por sua vez, a equipe de Honduras irá visitar o ChildFund México nas próximas semanas, completando este ciclo de avaliação.

Este processo de avaliação está sendo liderado pelo Escritório Regional do ChildFund para as Américas, em cooperação com a LINGOS.

No início de 2014 todo o aprendizado, sugestões e resultado da avaliação será utilizado para melhorar a capacitação PMDPro.

Curso para Certificação Internacional em Gestão de Projetos Sociais

PMD (Project Management for Development) é uma metodologia desenvolvida pela organização internacional LINGOS (www.lingos.org), que adaptaram os conceitos e ferramentas do PMBoK (o mais reconhecido guia internacional de gerenciamento de projetos), para as organizações do terceiro setor.

O PMD apresenta uma abordagem completa e objetiva sobre o gerenciamento de projetos sociais, uma nova perspectiva sobre seu ciclo de vida e 23 ferramentas simples e úteis para a gestão de projetos de qualquer porte e complexidade.

A instituição certificadora é a APMG (a mesma que certifica o Prince2 e outras), e os concluintes do curso que alcancem 65% na prova se tornam certificados internacionalmente como gestores de projetos de desenvolvimento.

Continue lendo »

PMDPro nas Américas e no Mundo

Encontro Gepal - Guatemala, Dezembro de 2012No início desta semana foi realizado um encontro de facilitadores PMDPro na Guatemala, para avaliação de resultados do Projeto GEPAL, que criou o PMDPro e chega agora ao final de seu segundo ano.

No primeiro ano, cerca de 1.000 pessoas foram certificadas. No segundo ano, este número cresceu exponencialmente – hoje somos 4.011 pessoas certificadas no PMDPro1. Entre 2.500 e 3.000 destes certificados estão na África. No Brasil, somos mais de 300.

A maior nota de todos os certificados é do Brasil: Bárbara Basso, que atingiu 99% de acertos. O Panamá possui a média de notas mais alta (84%), enquanto que o Brasil está à frente nas Américas como país com mais pessoas certificadas.

O PMDPro1 já está disponível em português, espanhol, inglês, francês, e traduções para o chinês, russo e árabe estão em curso. Paralelamente, o PMDPro2 que já está disponível em inglês, está sendo traduzido para o português e espanhol. Provavelmente os níveis 1 e 2 irão compor um único guia – mantendo-se, entretanto, as certificações em níveis diferentes: 1 – mais objetivo e mais teórico, 2 – mais situacional com perguntas que envolvem interpretação de cases.

Com relação à validade do certificado, antes divulgado como sendo de 1 ano, agora está sendo estudada para que o período seja maior, podendo os já certificados obter “créditos” a partir de cursos e de evidências do uso da metodologia para ter seu certificado automaticamente renovado. Enquanto não for criada uma política clara de validade dos certificados, os atuais continuarão valendo.

Nosso desafio no futuro é multiplicar a metodologia… de 4.000 para 40.000 pessoas. Estão sendo criados mecanismos de estudo assíncronos (sistema de auto aprendizado, que permita ao candidato estudar sem necessariamente assistir às aulas com dias e horas definidos).

Esperamos iniciar em 2013 o treinamento e certificação PMDPro2, além de dar continuidade ao PMDPro1. Muito há por crescermos, mas ainda mais importante que a quantidade de certificados, precisamos evidenciar a divulgação da cultura de gestão de projetos e a utilização de fato das ferramentas PMDPro1.

Pedimos aos PMDPros que nos enviem casos de sucesso do uso da metodologia, preferencialmente com evidências (com a ferramenta que foi utilizada) e com vídeos de depoimentos. Em janeiro, sortearemos brindes entre todos(as) que enviarem casos comprovados de uso das ferramentas PMDPro1.

Para participar, publique como resposta a este post o seu depoimento (para vídeos, publique no YouTube e envie o link).

Para maiores informações sobre como participar de um treinamento e se certificar, entre em contato através da área de contato do blog.

Adelante no desenvolvimento da gestão de projetos no setor de desenvolvimento!

Excelência em gestão de projetos motiva parceria entre organizações do terceiro setor para capacitação em metodologia internacional

ChildFund Brasil está capacitando pessoas em metodologia internacional de excelência em projetos de responsabilidade social, com foco em certificação  reconhecida pela APMG-International (Global Examination Institute),  instituição acreditadora de certificações de metodologias em gestão de projetos.

A cada dia se expandem as ações empresariais de responsabilidade social no Brasil e no mundo, devido a urgência dos cuidados com o planeta e a humanidade e a conscientização de muitos. Responsabilidade que exige conhecimento e profissionalismo para ser eficaz, para dar resultados a investidores, beneficiários e sociedade. Capacitar para a gestão de excelência no terceiro setor é uma atividade que o ChildFund Brasil – Fundo para Crianças está desenvolvendo, pois a instituição se tornou parceira institucional da INK (instituição especializada em capacitação do terceiro setor) e do GEPAL (Grupo de Estudos de Política da América Latina) na multiplicação da metodologia do PMDPro1®  (Project Management for Development).

O PMD é uma metodologia adaptada dos conceitos e ferramentas do PMBOK® (um dos mais reconhecidos guias internacionais de gerenciamento de projetos no setor privado) para as organizações do terceiro setor. A metodologia, foi desenvolvida pela organização internacional LINGOS, disseminadora de conhecimento para organizações sociais no mundo, e contou com o financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). O PMD apresenta uma abordagem completa e objetiva, com 23 ferramentas simples e úteis, para o gerenciamento de projetos sociais, de qualquer porte e complexidade.

O ChildFund Brasil, como multiplicador da metodologia, vai oferecer cursos para capacitar pessoas e equipes que já trabalham com responsabilidade social ou pretendem atuar  nessa área. “Um curso dessa natureza é importante para que se possam aprender ferramentas de gestão que atendam novas exigências dos financiadores, ou seja, melhor estruturação dos resultados e impactos dos projetos sociais”, esclarece Edson Marinho, Coordenador de Projetos (Monitoramento & Avaliação) do ChildFund Brasil. Marinho, formado em Relações Internacionais e especialista em Educação a Distância, se capacitou no Panamá, em 2011, para ser multiplicador da metodologia no Brasil.

A rede de organizações sociais parceiras do ChildFund Brasil, formada por mais de 90 instituições sociais, e os integrantes da equipe do ChildFund Brasil serão capacitados ao longo dos próximos seis meses. Além das turmas “internas”, o ChildFund Brasil e a INK realizarão turmas  abertas a outras organizações. “A procura por este fortalecimento técnico é muito alta, e as vagas para as turmas com início em junho e julho já se encontram praticamente esgotadas”, informa Edson.

Os cursos podem ser feitos presencialmente ou a distância, e darão aos participantes com desempenho satisfatório o Certificado Internacional em Gestão de Projetos Sociais . A instituição certificadora é a APMG-International (Global Examination Institute) – acreditadora internacional de outras metodologias em gestão de projetos, tais como o Prince2®. Inscrições e mais informações podem ser obtidas através do email edson.marinho@childfundbrasil.org.br.

Serviço:
PMDPro1® (Project Management for Development)
Edson Marinho
Coordenador de Projetos (Monitoramento & Avaliação)
ChildFund Brasil – Fundo para Crianças
Inscrições/informações: edson.marinho@childfundbrasil.org.br

Assessoria de Imprensa
ChildFund Brasil – Fundo para Crianças
Flávia Presoti- (31) 3542 9080 / 9952 6028
http://www.flaviapresoti.com.br
Rosilene Leoni – (31) 9130-7219

Continue lendo »

Análise dos sistemas de educação e sistemas de formação do Brasil

Em junho de 2006 o Brasil deu um passo à frente na democratização do acesso a formação universitária, através da instituição da UAB – Universidade Aberta do Brasil. Esta medida representa uma intenção governamental em utilizar os instrumentos e metodologias que surgem através da EAD, porém muitos outros aspectos necessitam de atenção quando pensamos em uma política educacional para o futuro.

Questões estruturais e científico/metodológicas devem entrar na pauta do planejamento de uma política educacional, para além da simples utilização dos instrumentos.

Continue lendo »